Planejamento financeiro pessoal é o fator que mais faz as pessoas alcancarem seus sonhos. Quer saber como? Quer aprender a fazer um? Fica ligado nesse texto, e bora lá!

A maioria das pessoas dizem que a resolução de seus problemas financeiros aconteceria quando ganhassem mais.

“Quando eu ganhar mais, não vou ter mais esse problema com finanças.”

E muitos não percebem que o equilíbrio financeiro não tem nada a ver com a quantidade de dinheiro que você ganha.

planejamento financeiro pessoal, orçamento pessoal

O equilíbrio financeiro só tem a ver com a sua organização e controle de seu planejamento financeiro pessoal

Tem pessoas que vivem com menos de R$ 500, 00 por mês no Brasil. E isso, é um problema pra lá de estrutural. Que não devia servir como base para nenhum estudo ou texto de blog.

De fato, muitas famílias vivem numa taxa de pouco dinheiro. Pra esses casos, o texto que vem a seguir parece pesado demais para ser cumprido.

Mas de fato que quanto menor o valor de suas receitas, mais vale a pena um cuidado maior com as finanças.

Desde esses casos mais difíceis, é possivel se organizar. Não significa que estará tudo bem no conforto, mas as decisões poderão ser tomadas com maior facilidade.

Então vamos lá nesse passo a passo de como montar seu planejamento financeiro pessoal:

Qual seu grande sonho?

“Pagar os estudos do meu filho.”

“Viajar pra algum lugar legal em família.”

“Comer toda semana em um restaurante bacana.”

“Fazer um curso de finanças.”

“Comprar uma casa.”

Ter uma meta, um sonho grande ajuda a manter um foco do que é mais importante para você.

 financeiro

O que é mais importante pra você? Ter conforto, viajar, estudar, ter bens…

Como já vemos em Alice no País das Maravilhas, quando a Alice pergunta ao gato Cheshire qual o caminho ela deveria seguir. Nesse instante ele responde:

“Isso depende muito do lugar para onde você quer ir.”

Em seguida, ela explica que não sabe onde ir. E ele finaliza com essa frase muito conhecida por nós:

“Se você não sabe para onde, ir qualquer caminho serve. “

via GIPHY

Ou seja, para planejar nosso orçamento, é importantíssimo que sejam escritas as suas metas de futuro, o que você quer alcançar, etc.

Combinado?

Então reserve ai uns minutinhos e se pergunte o que você quer fazer e conquistar nos próximos anos. Pode pensar em metas para curto e longo prazo.

Feito isso, vamos para o próximo passo.

Pensamos em sonhos, viajamos um pouco, agora é hora de colocar os pés no chão.

E agora, chegam as partes mais difíceis de todo processo, que é o que eu chamo de: CAIR NA REALIDADE!

Você precisa saber onde está pisando! Se liga então no próximo passo:

Calcule suas entradas

Calcule tudo aquilo que você recebe: anote todos os seus rendimentos. Sim, o ponto aqui é saber exatamente tudo o que você ganha.

Anote seu salário, rendimentos, renda extra, bônus…

Calcule suas despesas

  • O que é meu gasto mensal hoje?
  • De quanto preciso para garantir sua reserva de emergência?

Aqui, precisamos que você calcule tudo que você tem de gastos e despesas.

Despesas fixas: alugueis, financiamentos, prestações de escola, internet, cursos, academia.

Gastos semi-variáveis:

  • alimentação, conta de água, luz, celular.

Despesas variáveis:

  • roupas, calcados, presentes, viagens, cinema.

Gastos invisíveis:

  • lanches fora de casa, revistas e livros que não lê, doces e balas, tarifas bancárias, multas, juros.

Possivelmente você verá que possui muitas dessas despesas e gastos no seu extrato.

Para colocar os pés no chão é necessário entender bem qual a sua realidade e perceber para onde está indo seu dinheiro.

planejamento financeiro pessoal, orçamento das finanças pessoais

Então resumindo estes 2 últimos passos:

Peque seus extratos dos ultimos meses AGORA. Liste todas as suas entradas e todas as suas saídas.

Veja ai alguns padrões que você segue, veja onde acumula a maior parte do seu dinheiro… etc.

Acompanhe sempre sua vida financeira

O que nós fizemos agora a pouco, vendo as entradas e saídas, precisa ser um hábito na sua vida.

Você precisa acompanhar, no mínimo mensalmente, as suas receitas e despesas.

No mínimo: mensalmente.

O fator mais importante de todos é você estar atento a tudo que acontece com o seu dinheiro.

Quanto mais controlamos nosso dinheiro, menos precisamos de sorte para alcançar nossas metas. Já parou pra pensar nisso?

Então vamos lá para o próximo ponto:

Compre somente o necessário para garantir seu planejamento financeiro pessoal

Já aprendemos em filme infantil essa técnica também: foque naquilo que é essencial, necessário para você.

“Necessário, somente o necessário, o extraordinário é de mais.” (Mogli)

via GIPHY

Faça uma lista do que é essencial para você, o que é impossível de ficar sem. E gaste com isso. Todo resto pode ser alterado e modificado com melhores opções e melhores hábitos.

Compre somente aquilo que realmente você precisa. E depois liste tudo o que você quer, desde os sonhos maiores até os menores.

E agora que começa a ficar mais difícil no próximo ponto do planejamento financeiro pessoal :

Precifique seus sonhos

(e veja o quão distante você pode estar deles)

Com essa lista de tudo o que você quer comprar, coloque na ponta do lápis o valor de seus sonhos.

Por exemplo:

Vá na CVC e pesquise algumas viagens em promoção, por exemplo. Lá você encontra por R$ 1.000 muitas experiências incríveis. Já pensou que essa viagem, nada mais é do que a soma de 50 saídas que você faria no ano?

Com a quantidade de vezes que você vai ao cinema, compra cafezinho e sorvetes, pra onde você poderia estar viajando?

As vezes no valor que você gasta com Coca-cola e lanches, seria o seu curso de inglês que você tanto sonha.

Aqui temos um exemplo de Twite que ficou nos assuntos mais falados do Brasil nesse mês no Twitter.

Aqui várias pessoas começaram a falar sobre os valores que gastam com estética no mês, e o quanto isso dá se somado.

É absurdo quando colocamos na ponta do lápis.

Coloque no papel!

As vezes seus gastos desnecessários, suas compras por impulso poderiam ser uma Viagem na Disney que você perdeu.

Fique sempre atento nisso: cada passo que você dá sem se preocupar com as finanças é um passo para trás nos seus próprios sonhos.

Então precifique tudo, coloque no papel e escolha seus gastos sempre com uma ordem de prioridade!

Resumindo nosso planejamento financeiro pessoal

Vemos que não é nada facil cair na realidade e ver que nossos sonhos realmente precisam de foco para serem realizados.

Mas você há de concordar que se tivermos esse foco do planejamento financeiro pessoal , não iremos nem precisar de sorte!

Se você se sentiu perdido em algum momento, o resumo é simplesmente: comece!

Comece de alguma forma

Um bom exercício pe pergar um papel qualquer e uma caneta e anotar pra onde foi seu dinheiro no mês passado. Sem drama, sem precisar de grandes coisas.

Nesse momento, tente ser mais preciso possível, sem ansiedade. Vai no seu tempo. E crie o hábito de anotar sempre.

Não precisa de planilha, calculadora, nada. Não agora. Depois, pode até ser. Mas apenas comece seu planejamento financeiro pessoal.

Pare de dar desculpas e comece a dar resultados.


E ai, você gostou das dicas? Comente ai alguma coisa que eu possa ter esquecido de falar!

E nos vemos no próximo texto!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!